quinta-feira, 29 de março de 2012

Papai Sexy Nerd

Se tem uma coisa que acho lindo no sexy nerd é a relação dele com a minha filha, a mini BR. Aqueles dois ali devem ter uma história cármica, coisa de vida passada. Desde o primeiro dia em que se conheceram foi paixão instantânea um pelo outro. Antes dele houveram outros namoricos e minha filha nunca gostava deles, sabem porque? Porque as crianças sentem quando a pessoa não gosta delas e esses namorecos realmente não gostavam dela, tentavam disfarçar mas era muito difícil esconder o mal estar pelo fato de eu ter uma filha, produzida com espermatozóide fornecido por outro pau. Claro que as relações não iam adiante e eu nunca lamentei por nenhuma delas pois um homem que não sabe lidar com uma criança simplesmente porque ela o lembra o tempo todo que a companheira fudeu com outro no passado não vai saber lidar com praticamente mais nada que envolva sentimentos, relação, família. Nisso o Sexy Nerd me impressionou e me ganhou total admiração.
Mini BR não vê o pai desde o início do ano de 2008, ele sumiu e por mais que eu tenha mandado recados de que a filha queria vê-lo, ele nunca mais a procurou, nem por telefone, então quando ela e sexy nerd se "apaixonaram" acredito que ela tenha transferido para ele todo o amor de pai que ela instintivamente tinha encubado dentro dela mas e ele...o que fez esse homem se nomear pai dessa menina e agir como tal diariamente? Não, ele não faz isso por mim, ele não quer me agradar, ele a ama, é ele quem estuda com ela na semana de testes e provas, é ele quem leva ela na água de mãos dadas quando vamos à praia, e por pura e espontânea vontade, nunca o pressionei a nada.
Ele me dizia que queria ter filhos um dia e hoje já não sente essa vontade pois se sente pai, está satisfeito com a filha dele e tenho certeza que nem pensa no fato de ela ter sido gerada por outro espermatozóide, ele está acima disso. Toda a minha família, primos, tios, todos adoram meu marido pelo fato de ele ser esse pai incrível que ele é, ele tem a admiração de toda a minha família e de meus amigos e se nossa relação acabasse hoje, a deles dois continuaria eterna, com visitas aos fins de semana, dormir na casa de um, na casa de outro como toda criança faz quando tem pais separados. Eles brincam de implicar um com o outro e as vezes parecem mais é dois irmãos, riem de se acabar um da cara do outro e na hora de educar e corrigir, ele é sério e sempre presente. Seus pais a tem como neta, a bajulam, mimam, minha sogra um dia me agradeceu do fundo do coração por eu ter dado à ela a oportunidade ser avó, eu disse que adoraria lhe dar um neto legítimo, de sangue, no que ela me corrigiu dizendo que mini BR é sua neta legítima e que ela a ama muito.
Isso é família! Algumas vezes me deparei com pessoas que se escondem no anonimato vindo no meu blog opinar em como meu marido deve carregar um peso de criar uma filha que não é dele, esse tipinho de comentário é de um tipinho de gente que não merece o meu respeito. Desde quando precisa ser o doador para ser pai ou mãe? Desde quando pai é o doador do espermatozóide ao invés do homem que cria, educa, brinca, leva para passear, dá beijo de boa noite todas as noites? Aqui vai uma fotinho dos dois em búzios, foto antiga, de 2009.

Ele pode ter defeitos, pode ser careta e não querer acompanhar minhas fantasias liberais, pode se entregar à rotina de vida de casado e baixar a libido mas é um homem de família e de total respeito. E de vez em sempre eu acordo me sentindo completamente apaixonada....

10 cuspiram:

FLAGRA 33 disse...

Legal isso moça.

Eu sempre ouvpi dizer que pai não é aquele que bota no mundo, mas sim aquele que cria. E esta relação que você relata é a tradução perfeita para a ocasião.

E foi como tu falou. Ainda que o Sexy Nerd não adentre esse mundo liberal, numa relação há coisas mais importante do que o sexo. E devemos dar valor a isso sim. Muito valor. Pois o Amor é uma coisa que não se encontra dobrando a esquina, mais sim se adquire pela alma. Por isso definir o amor é tão complexo.

Beijão do Conde.

Dama de Cinzas disse...

Bonito isso! O que importa realmente, o que conta no final de tudo, é a sua relação com seu marido, se ela é legal, satisfatória, te completa, dane-se quem ver defeito em tudo e gosta de azedar a vida dos outros! rs

Beijocas

Gauchinha Ardente disse...

Chamamos isso, na minha terra, de uma relação de amor. Ponto.
Parabéns! Você têm uma linda família.
Beijos!

Eu e a solidão/Ro disse...

E quer coisa melhor do que você se apaixonar milhões de vezes pela mesma pessoa? isso não tem preço e só demonstra que vcs se dão super bem.

Certos tipos de comentários, de pessoas invejosas não devemos nem dar importância, coisa de quem nem é feliz!

Beijos

T.A.D. disse...

Sou doido pra ter filhos... Mas me apaixonei por meus sobrinhos. Entendo perfeitamente e creio que essa seria minha atitude. Só que é fácil eu falar, né? Então só me cabe parabenizar ao casal...

Sentimental ♥ disse...

Eu lembro de quando vocês começaram a namorar e da sua preocupação em relação aos dois... q bom q deu tudo certo né?
era pra ser.
bjs

Paco Bailac disse...

Feliz Pascua

Tara Flux* disse...

Adorei seu blog, linda! Parabéns!
Beijos

Cabrito Lunático disse...

amiga, pau na máquina, não é fácil achar uma pessoa legal, relação é um punhado de valores envolvidos, e prá ficar legal as pessoas tem que ter grandeza humana, e parece que vc achou o cara, vai fundo.

bjão

Verônica disse...

Lindo demais! Parabéns por ter uma pessoa tão especial e maravilhosa ao seu lado. Nada é perfeito, porém, o que anda faltando em relação a sexo a vcs não é nada. Vcs já conseguiram o mais difícil e o mais importante. Amor assim é raro. Não supervalorize algo como o sexo. Desencane. Supervalorize o que vcs 3 tem que é celestial, divino!!! Talvez amor verdadeiro e sexo não possam estar juntos em pé de igualdade, sei lá. Mas se eu tiver que escolher prefiro o amor verdadeiro. E pelo que li, vc tb!
Beijos.