sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Descobri que sou Bem Resolvida, SIM!


Não, eu não morri! Mas abandonei o blog, abandonei os amigos (queridos, mesmo que amigos virtuais), perdi o saco, me enclausurei, deixei de conviver, conversar, sair, falar ao telefone. Abandonei todo mundo!
Nessa época caí em depressão, comecei tratamento psiquiátrico, antidepressivos, fui ao fundo do poço, me envergonhei, me senti fraca e me achei hipócrita por me nomear uma mulher bem resolvida se perdi o eixo da minha vida, mas eu estava enganada.

Depois de um ano e meio finalmente descobri a causa de tudo isso ter acontecido comigo. Tudo começou lááá no início do ano passado quando, enquanto perdia meu emprego, comecei a ter um zumbido initerrúpto no meu ouvido. Um barulho agudo que não parava nunca, me irritava, pensei que estivesse com um tumor. Antes de começar a tratar a depressão eu já havia procurado vários otorrinos, neurologistas e fiz vários exames para descobrir a causa desse barulho, sem sucesso, logo depois caí em depressão mas NUNCA liguei uma coisa à outra. Achava que minha depressão havia aparecido somente ao fato de ter perdido o emprego, os problemas de grana e tal.
Há anos convivo com dores de cabeça quase que diárias, dores no pescoço, nos ombros, uma tensão, mas pra mim é tão normal conviver com dores que nunca parei pra pensar que poderia haver um motivo escondido para que elas existissem, mas nos últimos meses as dores pioraram, e comecei a sentir também muitas dores nas "maças do rosto", próximo ao ouvido, o zumbido ficou mais alto e agudo, passei a sofrer de insônia crônica e a tomar STILNOX (um remédio que induz ao sono e não vicia, diferente da grande maioria de remédios de dormir) todas as noites. Desde outubro, quando comecei meu tratamento com antidepressivos tomava uns dois por semana pra ajudar a melhorar o sono, pois desde que a depressão começou tenho insônia. Agora tomo meio comprimido uma noite, noutra tomo um inteiro e por aí vai. TODA NOITE! Desisti de sofrer e fui pesquisar no meu grande amigo, o Google, sobre dores nas maças do rosto, dores de cabeça e zumbido e descobri que existe algo que pode causar as dores e o zumbido: A articulação temporo-mandibular (ATM) * A parte em vermelho na ilustração é onde existe dor causada pela DTM.
Ao ler sobre a DTM, a disfunção da ATM, descobri inúmeros sintomas dessa disfunção que eu tenho há anos e jamais parei pra notar, como o bruxismo (apertar ou ranger os dentes de cima nos de baixo acordada ou dormindo), estalo da mandíbula. As vezes quando mastigo, bocejo ou ao falar mesmo sinto estalos na mandíbula, o que achava ser normal em todo mundo mas na-na-ni-na-não! Estalo ao abrir e fechar a boca não é normal, minha gente!
Ao ME diagnosticar com DTM fui em um OUTRO otorrino conversar sobre isso e depois de me examinar ele concordou comigo e me indicou procurar um especialista em dor orofacial e ATM, um DENTISTA. Em mais de um ano e meio de zumbido e depois de ter passado por vários médicos foi a primeira vez que alguém me disse para procurar um dentista e lendo sobre zumbido percebi que ninguém costuma ligar ele à ATM, só se fala em ouvido, otorrino...e as pessoas que tem o problema ficam sem uma informação completa. Fui em uma dentista maravilhosa e vou iniciar o tratamento, minha articulação temporo-mandibular está fora do eixo há algum tempo já, ela acreditar estar há anos já, minha mordida é levemente torta e como isso faz a articulação "trabalhar em excesso" ela vai se degenerando e com o tempo as dores vão piorando, claro. Foi o meu caso, cheguei em uma fase em que choro de tanta dor, evito ir em locais barulhentos, se vou ao cinema ao voltar pra casa sinto dores e o zumbido insuportáveis e ISSO CAUSA DEPRESSÃO. A DTM causa depressão, o zumbido causa depressão e, em alguns casos, até suicídio. Então eu não sou mal resolvida, uma fraca, nada disso. Eu tenho é um problema sério, crônico e passei anos sem nem saber que tinha, sem tratamento. Na verdade descobri é que sou bem resolvida pra caralho, sou é muito forte, isso sim, pois convivo com essa merda desse barulho, essas dores horríveis e continuo mantendo meu bom humor, os amigos da minha filha (aliás, a mini-br está uma figuraça) me acham super divertida e sempre falam que queriam que suas mães fossem engraçadas como eu. Se me desespero por causa da dor, do barulho, logo depois já estou rindo, falando asneira, fazendo uma palhaçada, sendo feliz. Minha psicóloga, depois de saber da DTM, de como causam as dores fortes, o zumbido, a depressão (ela também não tinha ideia do que é DTM) me perguntou: Como você aguentou esses anos todos viver tão bem com tanta dor? E me disse que sou uma guerreira.
Então me perdoem, pessoas, se abandonei vocês mas perdi o tesão de muita coisa com isso tudo, até tesão mesmo, as vezes nem sexo tenho saco pra fazer!
Agora eu quero é informar as pessoas, pois pelo que tenho lido, muita gente sofre com zumbido no Brasil e praticamente ninguém liga isso à ATM, estão sempre procurando otorrinos, problemas nos ouvidos e acabam se entupindo de remédios fortes que vão mascarar o problema mas não cura-lo

Agora vou usar um aparelho móvel para alinhar novamente a minha mandíbula, colocar tudo no lugar, assim as articulações não ficarão mais sobrecarregadas e as dores irão parar, talvez o zumbido não suma nunca mais mas pode ficar beeeeeeem baixinho.
Agora, por ter ficado horas escrevendo diante da tela do pc, estou com uma dor de cabeça forte e o zumbido está gritante! Preciso parar, fazer outra coisa, pois enquanto escrevia essa postagem, sem perceber, mantive minha mandíbula trincada o tempo todo.
Entrei pra faculdade, estou cursando Produção audio-visual e adorando. Eu e Sexy Nerd nos mudamos com a mini-br para um apartamento bacana e estamos bem casadinhos e ele tem me apoiado muito e tem sido muito compreensivo e solidário em relação à minha doença.
Agora vou postar umas fotos de alguns famosos que sofreram com DTM também..

Sim, Tom Cruise e sua esposa com DTM, o astro aparece usando seu belo modelito placa de ATM transparente enquanto a bela esposa foi clicada em um momento ATM total!!

Reparem na mandíbula da Fátima Bernardes, ela chegou a usar aparelho faz um tempo para reparar a ATM dela.
Prometo voltar ao blogue, mesmo que de vez em quando, sinto alta dos papos, das brincadeiras com os amigos blogueiros mas entendam, por favor.
Um beijo à todos!
Bem Resolvida

16 cuspiram:

Única e Exclusiva disse...

Eu tenho este estalo de mandíbula mas, nunca senti zumbido forte. Fico solidária com sua depressão. E acho que vou procurar resolver o meu caso. Desejo que fique bem logo.

bjos, ú&e =***

Michelly disse...

Adorei a dica no blog "O Diário de uma Chiliquenta", identifiquei-me com todos os sintomas. Segunda-feira vou procurar um dentista especializado na area, minha cabeça doi demais.
Obrigada, saúde e paz pra nós.

Afrodite disse...

Oi sumida!
Nossas vidas realmente tem andado bem agitadas!Que bom que conseguiu achar o problema e resolvê-lo!
Eu ando meio deprimida com tudo que andou me acontecendo e nem tenho feito tantas postagens assim...
Sinto saudade de bater papo contigo!
Adorei saber notícias suas!
Beijo
Afrodite

Anônimo disse...

eu tenho zumbido desde criança e minha mandíbula estala quando bocejo... não tenho dor nas maçãs do rosto... qndo criança, fui ao médico várias vezes por causa do zumbido, mas não resolvia nunca aí acabei deixando pra lá pq só me passavam remédio; hoje eu uso aparelho ortodôntico, vou falar com a minha dentista na próxima manutenção sobre o zumbido e os estalos da mandíbula.
Obrigada por compartilhar essa informação, quem sabe eu consiga me livrar desse zumbido chato, né? valeu!

Anônimo disse...

i have been following this blog for some time now, good job by the way

Anna Oh! disse...

Flooooooooooooooor, q bom ver um post recente aki (e q bom eu conseguir me plugar na blogsfera de novo, esse é o último semestre da facul e ta uma doideiraaaa)
Olha, fico indignada com a demora q esses médicos tem pra diagnosticar qqr coisa, meu. Eu fico puta e jah saio falando q odeio médicos.... grrrrr


Mas q bom q vc ta numa vibe mais sossegada agora.

Bjus e cuide-se!

Anônimo disse...

Olá BR, nossa é um apena conhece-la só agora, a encontrei por causa de uma postagem de 2008 e que pena que parou de postar viu.. vc pelo jeito ja passou por muitas coisas de 2008 ate hoje mas e assim mesmo espero que vc esteja se recuperando a ponto de voltar a postar suas experi~encias..adorei

Tiaguinho disse...

Olá BR, nossa é um apena conhece-la só agora, a encontrei por causa de uma postagem de 2008 e que pena que parou de postar viu.. vc pelo jeito ja passou por muitas coisas de 2008 ate hoje mas e assim mesmo espero que vc esteja se recuperando a ponto de voltar a postar suas experi~encias..adorei

priscillamazzo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
priscillamazzo disse...

Olá.
Eu também tenho dores na ATM a cerca de 5 anos. Sempre fui super estudiosa, quando as dores começaram eu me sentia desanimada, não consegui nem estudar mais. Descobri queo desanimo era causado pelas dores, quando minha mãe leu numa revista. Quase entrei em depressão. Sou casada, não tinha ânimo, nem para tarefas simples, como lavar louça. Começei me sentir um nada. Mas percebi que sem dores, fico bem animada e faço muitas coisas, na profissão e em casa.
Tenho dores dos dois lados, uso a placa, mas nem assim melhorei.
Caso descubra a cura me avise. Com certeza você deve ser bem resolvida sim! Eu acredito, pois o dia que estou sem dores sou super ativista, sou apresentadora, arquiteta, esposa e cantora. Quando estou com dores, não sou nada.
Acredito que Deus possa me curar um dia...

Crisenta disse...

nossa BR adorei ter noticiais suas, principalmente pelo fato de serem noticias boas, olha como um detalhe faz toda a diferença na vida de uma pessoa, se vc tivesse procurado saber antes do q si tratava esse zumbido as vezes teria evitado mto coisa ne? mais a vida e assim mesmo tudo acontece qdo tem q acontecer e pronto, o importante e q vc esta ai firme e fote e mais bem resolvida do que nunca... feliz 2011 pra vc querida q seja um ano de muitas rezlizaçoes! beijos

Cris disse...

Uauuu...acho q achei aqui a solução da minha vida!estou em depressão a 6 meses,engordei 10 kilos,ñ quero ver ninguém,e tenho tbm muitas dores no pescoço,tensão na face e na região da garganta,boca um pouco torta,mordida aberta e em um dos braços..não sabe como pensei em mil besteiras...me vi 100% em vc agora!!!que médico procuro primeiro?

Cris disse...

Esqueci de dizer o mais importante...dores de cabeça diáriasss infernais,do tipo que,se eu tossir,parecem que os miolos vão sair pelas narinas,que me faz precisar parar na rua e e segurar as tÊmporas,senão ela explode mesmo,e tomo dorflex todo santo dia...

Anônimo disse...

Agora que o SN virou maridão vc virou problema pra ele com essa doença. Ele , tão novo, e vc mais velha. Com certeza, ele vai refletir sobre isso. Sobre as perspectivas que ele deixou de ter após viver ao seu lado. Reaja!

Bruna Alves disse...

Ah, parece que fui eu que escrevi este post, de tão bem que você explicou o que eu senti durante anos!
Até que agora, aos 17 (sim, perdi grande parte da minha adolescência com essa dor), e resolvi ir ao dentista pois sentia muitas dores, achei que fosse o dente siso! Ele me encaminhou para outro dentista para a extração, e chegando lá, tcharanãnã, meus dentes não eram o problema, e sim o resto! Tenho bruxismo e já estou com a pontinha dos dentes gasta, de tanto apertar eles durante a noite! Essa doença pode destruir a nossa vida em todos os planos, e o melhor a fazer é ir a um ótimo dentista, que mesmo sendo mais caro que um comunzinho, vai fazer toda a diferença!

Anônimo disse...

Fábio diz(já que estou como anônimo, vou usar essa identificação hehe):

Engraçado, eu estava no seu blog, lendo umas coisas de sexo e fiquei curioso com o fato de haver uma única postagem no ano de 2010 e resolvi conferir.

Achei mais engraçado, ainda, o fato de ver em mim, muitas das características citadas, aí.

Há uns três anos, devido à desilusões profissionais, eu acabei pedindo demissão do meu serviço e resolvi investir em outra coisa.

Apesar de ter tomado um rumo, não sei se é só a minha desilusão com algumas coisas, mas o fato é que venho super desanimado.

Acontece que me identifiquei com o tal deslocamento do maxilar. Porém, eu não sinto dores e nem zumbidos constantes. Só algumas poucas vezes (poucas vezes mesmo), eu acabo sentindo um pequeno zumbidinho bem baixinho e "agudinho"(piiiiiiiiii...) no ouvido que logo passa.

Também, há muito tempo, noto que tenho certa dificuldade para dormir, pois só estando muito, mas muito cansado para deitar e "apagar" na cama. Caso contrário, eu demoro bastante para cair no sono.

Apesar de tudo, nunca senti a necessidade de tomar medicamentos e tenho até vivido bem, assim.

Lembro que comecei sentir esse deslocamento na adolescência, depois de levar uma bolada na cara, jogando futebol com os colegas. Achei meio estranho, mas acabei "deixando isso pra lá", já que eu não sentia nada (como sempre hehe). O pior de tudo, é que eu peguei mania de ficar abrindo a boca e mexer o maxilar, só para eu ouvir o "estalinho" kkkkkkkk

Conforme o tempo passava, eu não notava nada estranho no meu emocional. Talvez, seja porque eu tinha a vida agitada de estudos, curso, saídas, trabalho, entre outras.

Acho que até faz sentido, agora, uma vez que peguei uma sinusite que me derrubou de tanta dor, durante uma semana. Iniciou, justamente, com uma forte dor crescente na região das têmporas, durante uma aula em que eu estava.

(Tenho que abrir um parênteses e fazer coro ao comentário da "Anna Oh!", pois foi cansativo precisar ir em três médicos diferentes para descobrir que eu estava com sinusite e não, dengue, como haviam diagnosticado, antes)

Acontece que só pelos meus 23/24 anos (após pedir demissão), embora eu tenha feito algumas coisas, venho sentia leve desânimo emocional. Hoje, com 26 anos, tenho notado o desânimo parecer maior.

Bom, a verdade é que faz um tempo que não tenho ido ao dentista e já estava pensando em ir. Agora, graças ao seu artigo, já tenho outra boa motivação para isso, pois fiquei curioso para conferir esse tal de ATM/DTM e verificar se meu desânimo com as coisas tem algo a mais do que uma mera desilusão e mudanças de planos para vida hehe.

Obrigado.
(Fábio)