segunda-feira, 11 de agosto de 2008

Voyeur. Sim, eu sou!


Sim, pra continuar o tema anterior vou falar da primeira vez que realizei um de meus fetiches.

Era 2004 e minha irmã trabalhava como promoter em uma boate de swing. Eu conhecia dois ingleses da internet e os dois ficavam tentando me conquistar e me carregar pra seus respectivos lares. Já fazia quase um ano que conversava diariamente com os dois, um é o K. que no post sobre a Inglaterra relatei sua maneira porco de ser, o outro é B., um inglesinho muito bonitinho que resolveu atravessar o oceano pela minha pessoa. Como era a primeira semana dele aqui, minha irmã nos convidou pra irmos até essa boate de swing.

Chegando lá encontrei algumas amigas dela, todas putas, troquei uns beijinhos com uma e ofereci as duas pra ele. Como prostituta não pode ver um gringo, ficaram loucas...sentavam no colo dele, dançavam esfregando a bunda na calça dele,e ele olhava pra mim e ria de perceber que eu nem me importava. Eu estava gostando. No meio da noite rolou o streap-tease de costume. Sempre ficava com a menina que fazia streap, a A., costumava beija-la e lamber seus seios durante os shows, aliás, eu não era a única, geral chupava os peitos daquela mulher, mas eu sempre era a primeira...a preferida dela, digamos assim.
Eu já sabia que ele nunca tinha tido nenhum tipo de experiência parecida, se quer havia visto duas mulheres se beijando ao vivo, que dirá o resto....
Depois que o pessoal começou a subir pro segundo andar, onde ficavam os quartos, pedi pra uma das amigas da minha irmã fazer as honras da casa e dar para meu namorado inglês. Ofereci ele pra ela e disse pra ele: hoje quem vai transar com você vai ser ela, não eu. Vou só ficar olhando. Como ele não tinha entendido minha real intenção já que não entendia patavinas do que eu e as meninas falávamos quando contei pra ele o homem surtou!! Surtou e ficou tão nervoso que não subia de forma alguma...rs.
Chegamos no segundo andar, quem já foi em uma boate de swing sabe, casais andando nús pelos corredores, pessoas transando com as portas abertas, dezenas de vouyers olhando ou participando. Um tesão! A puta pegou ele e levou pra uma cama vaga em um quarto, começou a chupar mas o menino estava muito nervoso, o dito cujo não endurecia de forma alguma, entao disse que iria sair e deixar os dois a sós por um momento...aí quando voltei a festa era contagiante...ele chupava ela já bem duro e ela toda arreganhada com a cara vermelha. Puxei a saia pra cima, a calcinha pro lado, me deitei na cama e fiquei ali olhando e tocando uma. De vez em quando perguntava se ele estava gostando do presente, ele respondia que sim (claro).
Quando chegamos em casa joguei ele na cama e sentei em cima dele até ficar com a perna bamba. Depois de 3 semanas ele voltou pra Inglaterra, sem mim, claro. O sexo foi bom mas não bateu sabe....era só sexo e eu não ia me mudar pra outro país por causa de um piru!!

Tenho outros casos bacanas dessa boate. Outro dia conto do streap-tease que fiz junto da A.
Bjs!!

23 cuspiram:

jade disse...

Eu sou doida de vontade de ir a uma boate de swing ainda não fui,nossa amiga sabe q adoro seus relatos né sempre calientes,gostosos,
Bjus.

Sátiro disse...

Você é uma menina muito doida - ou melhor, bem resolvida! - e seus relatos são uma delícia.

(O título do post está com um errinho... a palavra é "voyeur", e não "vouyer").

Beijos.

Miranda Priestly disse...

te linkei!

canseidexuxu disse...

Oi Resolvida,

Living la vida loca!

O gringo realmente não devia estar acreditando hahaha!

Tá certa, largar tudo e se mudar, só apaixonada!

Beijos

Bem Resolvida disse...

Jade, vc tá esperando o que pra ir??? rs
Hj em dia não é mais a mesma coisa, as músicas são ruins, o clima não é mais o mesmo, nem curto mais ir mas vale a pena de experiencia.
Sátiro, obrigada. eu sempre me confundo com o lugar certo do U.rs

Kêco disse...

Meu blog favorito!
Sim,eu TAMBÉM sou voyeur. Sempre fui!
Repito:minha cabeça de cineasta agradece as cenas imaginadas.
bjo
K^.

Anna Oh! disse...

hauhauahauahauahau, meniiina, é cada cauuuso. Vou ler o de baixo q eu não sei o resto da história dos ingleses ehheehhe.

Bjos!

Kêco disse...

vc curte um monte de som bom,pelo que vejo...
já vi que gosta do Living Colour tbm! E ainda por cima é voyeur. Só falta dizer que gostava do Faith No More...rs
Roxanne...foi a primeira letra dele que decorei...e sim,e já sabia do que se tratava...hahaha
Kisses

Mulher paraense disse...

Totalmente d+ vc heim amiga!
Loucura total, ai se eu tivesse coragem.
bjks

Mulher paraense disse...

Te mandei um e-mail ontem, vc leu?
Obrigada por ser compreensiva e atenciosa.
bjs

Afrodite disse...

Oi!
Que invejinha amiga...vc sabe que uma das minhas vontade é ir a um lugar assim né?
Mas me falta compania pra tal...
Vou aguardar a próximo post tá?
Bjos!

AVESSOS disse...

nossa show suas historias estou devorando seus outros posts bj

Mariana Valente disse...

Oi menina!!!
eu já fui num lugar desses com um amigo meu... Um "amigo colorido" hahahaha, em plena época de carnaval... Achei MUITO interessante mas acho que o pessoal não tava muito animado não... mas pelo menos a curiosidade foi saciada!!!

beijos!

Malu disse...

Oee
devo confessar que eu tbm nã
conseguiria ficar relaxada numa situação dessas...

Victinhu disse...

Não é possível que vc tenha tanta história interessante assim. Cada vez que entro no seu blog é uma surpresa. Alias, sempre fico ansioso pra saber qual a próxima.

E eu ficaria tão nervoso qnt ele numa situação dessas.

Um abraço

Tatah Marley's Confissões disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkk
seus casos me contagiam!
\õ/
eu tenho vontade de conhecer uma, mais com meu futuro (eu espero) marido, ou namorado pelo menos!
beeeijo amiga!

Mandy disse...

Adoro vim aki linda!!!!
É cada história q vc conta pra gente... huahahhahua

E chopada é tudo de bom né, ía direto da facul q tem aki, a UFRRJ...

BjO.

Liz / Falando de tudo! disse...

você é louca, isso ja me aconteceu também, de jogar puta no peito de meu namorado estrangeiro...mas na verdade eu queria era ficar com o "amigo" dele...rs...nao sou santa!!

alvarêz drewïzqe disse...

Resolvida, não sei se numa situação como essa eu também iria falhar, mas lendo seu relato fiquei de pau duro rapidinho. Que historinha massa, delícia.

Casal do Arrocha disse...

Hummmm, que post! Interessante...
Bjs.

Sentimental ♥ disse...

Hum, delícia...
beijos

Priscila Freitas disse...

uuuui
vou até tomar banho meodeos! Me abana! haiuhauihua


Só hj que eu vi o selo do prêmio dardos aqui. Coloquei no meu blog já!
Bjsssss

Kêco disse...

O "Chef" era realmente foda...
Aguardo por post novo aqui todos os dias....rs
bjo
Kêco