sábado, 2 de agosto de 2008

Na Inglaterra....



Há 2 posts atrás eu falava dos meus perrengues e comentei que acabei me refugiando na Inglaterra.

Então pra evitar falar de sexo, já que hoje eu teria muito assunto pra isso (afffff) resolvi contar minhas peripécias pelo país da Rainha.


Eu fiz muitos amigos gringos na internet e muitos deles queriam casar comigo (é incrível como os gringos se prendem à pessoas que nem conhecem pessoalmente e se apaixonam e querem casar...), mas tinha um, o K., que era um verdadeiro doce e eu gostava mesmo dele. Nós teclávamos diariamente há quase 1 ano, eu conversava muito com ele sobre meus perrengues, todos os problemas que eu comentei no outro post...e ele vivia dizendo que queria muito ser o pai que a minha filha não tinha, que me amava, que queria cuidar de mim...Então, me vendo totalmente perdida por aqui, sem ter como criar minha filha direito, e levando em consideração que eu adorava ele, resolvi aceitar o convite e ir pra lá com a minha filha.


Essa foto aí sou eu e minha boneca pelas ruas de Londres. Meu primo mora lá há mais de 15 anos e me recebeu em Londres quando eu cheguei. K. mora em uma cidadezinha (LINDA!!!!!) há 4 horas de Londres e veio no dia seguinte me buscar. Passei muito por Londres, fiquei apaixonada pela cidade, era um grande sonho estar ali, sonho que tinha já há muitos anos e imaginei que nunca realizaria, mas ali estava eu. Passei 4 dias naquele sonho de cidade e peguei o trem para ir pro meu novo lar.

Que sonho de lugar. K. era muito atencioso. Ahhh, esqueci de falar do detalhe. K. tinha 27 anos e era virgem....Sim, pasmem, mas pude comprovar que era mesmo, e nas primeiras vezes ele não conseguia funcionar de tão nervoso....Só lá na Inglaterra pra existir um homem virgem aos 27 anos!!

As duas primeiras semanas foram maravilhosas. Eu e K. nos demos muito bem, ele tirou as semanas de férias e a gente passeava muito, nos divertimos bastante, ele era super carinhoso, como todo bom geminiano (esse detalhe foi só uma desculpa pra elogiar o sexy nerd, já que ele tbm é geminiano), mas aí ele voltou a trabalhar.

Logo na primeira semana reparei que ele usava sempre a mesma roupa, como se fosse um uniforme, e quando ia dormir deixava ela "jogada" no chão pra vestir no dia seguinte, quando levantasse, ás 6 da manhã. Achava aquilo meio esquisito, reparava que ele evitava tomar banho, acho que só tomava pq eu estava ali, mas era um banho rápido e ele sempre saía seco demais do banheiro.

A diferença de horario pro Brasil naquela época eram de 4 horas e eu e minha filhota só conseguíamos ficar com sono lá pelas 2 da manhã...e como ele acordava as 6, ia dormir no outro quarto (que seria da minha princesa) e eu e ela dormíamos juntas na cama de casal, que ele só comprou depois que eu estava com as passagens na mão.rs. Com essa coisa de dormirmos em horários diferentes e de eu dormir com ela, raramente conseguímos namorar, o que depois de tudo que vou contar achei ótimo.

Ele sempre deixava umas libras pra mim e brigava comigo quando descobria que eu gastei a grana no mercado, mas eu me sentiria mal de pegar o dinheiro dele esair fazendo compras, preferia comprar coisas gostosas no mercado para todos nós comermos/bebermos. Passava horas na cozinha preparando pratos que ele desconhecia. ele comia muito mal e na casa dele não tinha nem sal, tive que comprar.

A mãe e a irmã dele gostavam de me levar pra passear, junto da princesinha. Quase todo dia uma das duas passava lá na casa do K. pra nos buscar. Fui em muitos restaurantes, comi muita coisa "esquisita". Lembro que a mãe dele nos levou um dia pra tomarmos café da manhã em um restaurante e chegando lá descobri que não poderia comer nada daquilo. Só tinha coisa pesada e gordurosa pro "break-fest", se eu comesse algum daqueles pratos logo cedo ia passar mal do estômago, com certeza.

As pessoas também me olhavam esquisito quando eu limpava a boca depois de uma colherada. Lembro uma vez que na casa da irmã de K. fiquei constrangida. Várias pessoas em volta da mesa pra comer uma macarronada e eu pedi lenço de papel pra limpar a boca, as pessoas ficavam me olhando de rabo de olho, e depois que terminamos de comer muitos deles tinham a beira da boca avermelhadas de molho...e a esquisita era eu, que estava limpinha...

No segundo mês eu já estava ficando bolada com K., ele era um doce de pessoa mas parecia mesmo muito porquinho. Conversei com ele sobre o lance dele usar a mesma roupa 5 dias na semana sem lavar, sem se quer guardar, deixando-as jogadas no chão e ele achava aquilo normal, me disse que seria tolice gastar eletrecidade pra lavar roupa durante a semana e mais tolice ainda sujar mais roupas, por isso deveria usar sempre a mesma a semana toda(affff).Também notei que ele tinha caspa, uma caspa grossa e que notava-se de longe, comprei um shampoo anti-caspa pra ele e depois de umas semanas notei que o shampoo estava intocável, fui falar com ele sobre aquilo e ele me disse que não lavava os cabelos. Perguntei: Como assim vc não lava os cabelos? Des de quando??, ele disse que não lavava os cabelos "for ages" (que significa há tempos, e a gente não sabe se esse tempo são semanas, meses ou anos). Naquela hora me deu um nojo e eu disse pra ele que aquilo havia sido a coisa mais nojenta que alguém já me disse em toda a minha vida. Ele ficou muito ofendido mas...como alguém nunca lava o cabelo? Ele se quer molhava o cabelo, já tinha reparado que ele sempre saía do banho com o cabelo seco.

Depois daquele dia passei a ter muito nojo dele. Não conseguia nem beija-lo e agradecia há Deus por não termos oportunidades direito de transar. Tive a idéia de prestar atenção se ele usava tambem as cuecas repetidas e notei que ele realmente colocava a mesma cueca a semana toda, junto da mesma roupa...

O chuveiro lá é diferente, não fica preso bno alto. Existe um cano preso na parede que vai de cima abaixo e um chuveiro preso naquele cano, vc pode descer o chuveiro, subir...isto é, ele fica na altura que vc quiser. Comecei a fazer testes. toda vez que terminava meu banho eo banho da boneca, deixava o chuveiro bem baixo, tipo que só molharia da cintura pra baixo, e esperava ele tomar o banho dele, e quando ele saía eu ia lá olhar e o chuveiro estava intocável. Aí eu me liguei...ELE SE QUER MOLHAVA TODA A PELE NO BANHO.


Comecei a ficar deprimida e a juntar todo dinheiro que ele me dava pensando em voltar pra casa, não aguentava mais a presença imunda dele, não conseguia mais encostar nele de forma alguma. conversei com a irmã dele, pedi mil perdões,falei a forma nojenta dele de ser e perguntei se aquilo era normal no país deles, e ela ficou chocada e me disse que não, ela mesma fazia cara de nojo com as coisas que eu contava.


Acabou que liguei pra empresa aérea e antecipei minha volta, que se daria só em 6 meses. Aproveitei pra passear muito com a boneca pelos parques maravilhosos, pelas ruas belíssimas, tirei muitas fotos e ficavam o dia inteiro só pensando em voltar pra casa, fugir daquele cara imundo...não vou nem detalhar a forma que ele lava a louça, só digo que antes de usar qualquer coisa eu lavava pra ter certeza que usaria tudo limpo!!


Então quando estava pra completar 3 meses lá voltei pra Londres, pra casa do meu primo. Passaria uma semana com ele e voltaria pro Brasil. A minha última noite na casa do K. foi péssima. Eu coloquei o tapa olho e fingi dormir enquanto ele chorava a noite toda sem parar, mas fingi porque seria difícil dormir mesmo com aquele choro. Chegando em Londres foi só alegria, eu passeava muito, meu primo e o namorado dele eram limpinhos...fui em shoppings, em parques, em mudeus, no castelo....que sonho!!! Era verão e o só escurecia depois de nove e meia da noite, então as vezes eu passeava com a princesa pelas calçadas de lá, abarrotadas de pubs e gente sentada bebendo, conversando, rindo muito e até dançando. Porque as seis da tarde de sexta o povo já começava a cair na gandaia...


Cheguei no Rio de surpresa, em nenhum momento disse pra minha mãe que estava voltando. Quando abri a porta ela levou um baita susto. Cheguei eram uma da manhã, completamente exausta, depois de 15 horas de vôo, mas peguei a casa no maior perrengue. Minha mãe me disse que não tinha nem leite pras meninas (minhas sobrinhas), que elas viviam comendo miojo, que a minha irmã não estava fazendo mercado e blá blá blá. No dia seguinte as oito da manhã eu já estava indo pro mercado fazer uma baita compra, cheia de grana na carteira. Libra naquela época (não sei agora) tinha 5 vezes mais o valor do Real. Troquei minhas 200 libras feliz na casa de câmbio do aeroporto e caprichei nas compras. No início foi tudo muito legal, mas quando a grana que eu trouxe acabou, o inferno voltou lá em casa....e acabei aceitando morar com o pai da minha filha, pra fugir daquele inferno....(mas isso é assunto pra outro post)...


Talvez se K. não fosse imundamente porco eu ainda estivesse lá!!!



Bjs!!

18 cuspiram:

Ingridi Kroeger disse...

caaaaaaaara deu até nojo aqui viu moça?!

arghhh

puts, a mesma cueca?

hehehe mas a limpesa voltou em sua vida!

adorei teu blog e vou voltar viu?
grande beijo

Afrodite disse...

Amiga,
Acho que porco é pouco pro que o inglês era...Não lavar a cabeça há tempos?putz!Faz favor né?
Nessas horas eu dou graças a Deus de ser brasileira...sou F*¨%udida mas sou limpinha...hahahahaha!
Pena que vc voltou,lá deve ser melhor de se criar os filhos que aqui nessa cidade tão violenta qt o Rio!
Mas se vc não voltasse como eu ia te conhecer?
Mandei um e-mail pra vc ,depois confere,tá?
Bjo!

Borboleta disse...

Olha, fui lendo e ficando enauseado. Você deve ter sofrido horrores...
Beijinhos limpos e perfumados do Thiago

Malu disse...

Você realmente é corajosa..agora sabemos o porque de aos 27 anos ele ser virgem....ngm aguenta uma coisa dessas...um Cascão rsrsrs...
E vc voltou a morar com o pai da sua filha, o que é drogado??? a coisa tava feia msm...
beijo e boa semanas

jade disse...

É mesmo por isso q o cara ainda era virgem.....rsrs q isso gente não lavar a cabeça nunca...rs,
mas sabe é bem melhor com todo o
perrengue vc ter voltado p o Brasil.
aguardo o post hein p saber o q aconteceu...
Bjs.

Mariana Valente disse...

Como a Malu disse ai em cima... tá explicado o pq da virgindade hahahaha!!! menina adoro as suas histórias

:)
e pelo menos vc fez passeios ótimos...
tô a fim de arrumar um italiano... eles sao lindoooos hehehehehe

beijos e otima semana pra ti

Mulher paraense disse...

Que coisa heim? homem que não gosta de tomar banho é demais, não dá pra aguentar mesmo, credo!
To tãããoooo curiosa amiga, quero saber mais, vc poderia fazer um livro sabia? já pensou?
Espero anciosa pelos próximos episódios!
bjs

Rê F. disse...

afff... fiquei com nojinho! rs...

Tudo tem seu lado bom e seu lado ruim não é mesmo?! Pelo menos teve uma experiência internacional, conheceu Londres, passeou, divertiu-se e ainda voltou com uma graninha! rs... É uma pena que o cara fosse tão nojento assim, senão poderia, realmente, ter tido uma vida melhor por lá! Brasil é foda!

Beijo

Allana disse...

Nossa...q show... valeu pela viajem.. mas como alguem consegue ser porco?.. gente .q absurdo....
Estou gostando de suas historias

Poisongirl disse...

Ai Jesuis!
Que homem imundo...não é á toa que era virgem aos 27 anos!

Ainda bem que vc voltou.
Ah , obrigada pela passada pelo Ménage.

Mariana Valente disse...

olá querida!!!
não jogo basquete nem vôlei, mas joguei muito handball na minha vida, e era campeã de natação nos meus 16 anos...
acho que essa veia atlética deu lugar a uma vida ociosa ultimamente, hehehehehehe

essa do galinheiro ai foi inesquecível!!! o pior foi encontrarem uma pena no meu cabelo quando fui explicar pro pessoal que tinha ido conhecer o sítio...

beijoks

Ingridi disse...

kkk
adorei a parte do " que ele perdoe toda a minha safadeza"

ahsuahusahus
beijo moçaa

Tatah Marley's Confissões disse...

OOOOOOOOOOOWN!
QUE NOOOJO DESSE CARA VEI!
por isso que quando eu flei do frances moh galera perguntou se ele fedia...
kkkkkkkkkkkkkkkkkk
esse povo estrangeiro nos surpreende!
mais pense pelo lado positivo.. tu conheceu outro lugar fora essa merda de Brasil!
\õ/
aaaah, pago um pau pra tu!
x)
vo postar soh amanha gata!
to mto sem tempo hoje!
saudades de psotar vei.. :/
BEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEIJO!
;*t

Jôji disse...

Eu já estava ficando com medo de chegar no final do post.
não pelo post em si, mas sim pelo nome que você ia dar pros comentários.

pensei que ia ser "gozadas" ou coisa do gênero.

uehuheuheuehuhe.

O.o"
eu sei que na europa, tomar banho todo dia não é tããão comum, mas meses?, geeentem.

Liih Maciiel disse...

nossa, eu fiqueei imagiinando uma casca e não caspa na cabeça dele :S que nojooooo meeu :S' auishiuahsuiahsia

Você passa por cada uma, que é riir pra não choraar...

Cadinho RoCo disse...

Admiro sua coragem desprendimento porque atravessar o Atlântico tal como fez e com uma filha nos braços não é pra quem quer. Chato não ter dado certo e por motivo que deve ter exigido muito de você. Mas, bom que saiu dessa.
Cadinho RoCo

LA_MALIGNA disse...

Ecatttttt, fiquei com nojo tbm! Fui lendo o texto com a lingua pra fora e a sobrancelha franzida, huahuahuahahauauha... Ewwwww!

Uma amiga fez intercâmbio nos EUA e tbm contou algo parecido... ela pediu para trocar de família lá, pq ela caiu numa casa de pessoas q raramente tomavam banho. Cara, COMO CONSEGUEM????

Anônimo disse...

Meu, que cara nojento!! Eu que sou homem não consigo ficar 1 dia sequer sem tomar banho